(82) 3377-0105 / 9.9992-1825 - Horario das 08Hr as 18Hr de Segunda a Sexta

A verdade sobre Ozonioterapia

A busca por novos tratamentos e métodos medicinais eficazes é objetivo não apenas dos profissionais da saúde, mas também de pacientes que sofrem com patologias e desejam melhorar do seu problema e diminuir o seu sofrimento.

É nesse contexto que surge a ozonioterapia, um método que tem se difundido nos últimos anos internacionalmente e que vem ganhado cada vez mais adeptos no Brasil.

Mas você sabe o que é ozonioterapia? Trata-se, basicamente, de uma técnica que utiliza dois gases — o ozônio medicinal e o oxigênio puro — em concentrações terapêuticas amparadas por protocolos internacionais e que podem ser utilizadas como tratamento coadjuvante em inúmeras doenças.

Acompanhe este artigo para saber mais sobre o método!

Vamos explicar o que é ozonioterapia, como ela é benéfica para ajudar a tratar várias patologias e como funciona o tratamento. Confira!

O que é ozonioterapia?

A ozonioterapia é um tratamento da medicina integrativa que utiliza a mistura dos gases oxigênio puro e ozônio medicinal. O gás ozônio medicinal é capaz de:

Tratar células doentes;
Restaurar tecidos danificados;
Matar bactérias, fungos e vírus;
Melhorar processos inflamatórios;
Melhorar processos circulatórios
Aliviar a dor.

Por isso, a técnica da ozonioterapia é bastante eficaz no tratamento complementar de várias doenças, entre elas o câncer.

Melhorando a condição de saúde geral do indivíduo, contribui para que ele tolere os efeitos adversos que fazem parte do tratamento como a radio e a quimioterapia.

A técnica também é bastante utilizada em quadros ortopédicos, como no caso de doenças da coluna vertebral (ex. hérnia de disco), tendinites, artroses apresentam boas respostas com esse tratamento, segundo trabalhos publicados pela literatura internacional.

Outra possibilidade é tratamento de feridas decorrentes, por exemplo de alterações vasculares como as presentes nos pacientes com diabetes. Segundo os trabalhos internacionais o tempo de tratamento – cicatrização dessas feridas, pode ser encurtado em até 30%.

 

Quais os benefícios desse tratamento?

Um dos grandes diferenciais da ozonioterapia é a junção de sua eficiência ao custo-benefício. Dessa forma, a terapia pode ser mais acessível à população, reduzindo consideravelmente os custos de tratamento.

Além disso, a técnica ajuda a evitar procedimentos mais invasivos, como cirurgias e amputações. O método também contribui para a diminuição do uso de medicamentos.

Na literatura estrangeira, são mínimos os relatos sobre efeitos colaterais com uso do ozônio medicinal.

Segue abaixo alguns dos problemas de saúde que podem ser melhorados pela ozonioterapia:

Infecções;
Inflamações;
Úlceras;
Problemas circulatórios;
Dores articulares;
Doenças crônicas do intestino;
Problemas de coluna;
Doenças dermatológicas;
Hepatites;
Dificuldades de mobilidade e equilíbrio;
Queimaduras e feridas.

 

Esse tratamento está regulamentado no Brasil ?

Não. Apesar de já ter sido aprovado no senado e no ministério da saúde no SUS por terapeutas, ela não tem a sua regulamentação aprovada junto ao conselho federal de medicina e ANVISA. A ABOZ (“Associação Brasileira de Ozonioterapia”) ainda procura conseguir a regulamentação deste tratamento e a liberação para que médicos possam exercê-lo.

A resolução 2018/2018 proibiu os médico…….

Esta resolução definiu para os médicos que a ozonioterapia pode ser aplicado em paciente a título de estudo, admitindo-se também o procedimento a partir de um termo de consentimento do paciente a ser tratado.

Em relação a sua prescrição e aplicação hoje somente os terapeutas devidamente capacitados e credenciados para o uso deste tipo de terapia podem aplica-la, mediante o termo de consentimento livre e esclarecido e assinado pelo cliente/paciente.

 

Como o ozônio medicinal é obtido?

O método consiste em gerar, a partir de aparelhos específicos, chamados de geradores de ozônio medicinal, uma quantidade precisa deste gás a partir de uma descarga elétrica sobre o oxigênio puro.


Qual o tempo de tratamento?

A duração do tratamento, o número de sessões e a dosagem estão diretamente relacionadas ao tipo de doença, ao paciente e seu estado geral e ao objetivo do tratamento.

Devemos salientar que as respostas terapêuticas ficam na dependência destes entre outros fatores.

O tratamento e a aplicação do ozônio pode ser feita de várias formas: por meio de injeções, sondas, óleos entre outros.