(82) 3377-0105 / 9.9992-1825 - Horario das 08Hr as 18Hr de Segunda a Sexta

Dor na Coluna – Tratamento com Ozonioterapia

Dores na coluna podem ser causadas por diversos fatores e são cada vez mais comuns na população. O que começa com um simples incômodo pode se transformar em um verdadeiro sofrimento com o passar do tempo, impondo mudanças na rotina e, em alguns casos, medidas dramáticas, como o afastamento do trabalho.

Antigamente, dores na coluna eram mais comuns entre os idosos, mas sua incidência vem aumentando nos jovens. E, apesar de apresentar uma diversidade de causas, em muitos pacientes a má postura no trabalho e em casa provocam ou intensificam o problema.

Para amenizar os problemas com dores na coluna, vamos apresentar a ozonioterapia, que já é registrada por especialistas de todo o mundo como opção para o tratamento de mais de 200 tipos de doenças e também é uma alternativa eficaz contra a dor na coluna.


Conheça os benefícios do ozônio contra a dor na coluna

Existem várias maneiras de combater as dores de coluna: tratamentos medicamentosos, fisioterapia contínua e, nos casos mais graves, cirurgias. A novidade é a ozonioterapia, um método complementar para tratamento da dor na coluna.

Contra as lombalgias são realizadas injeções em pontos específicos do organismo que, quando em contato com o ozônio medicinal, melhora a sua capacidade de circulação sanguínea e de oxigenação.

O efeito analgésico alivia as dores imediatamente e as propriedades anti-inflamatórias podem substituir medicamentos com este mesmo fim, mas que possuem efeitos colaterais indesejados.

Quando abordamos a área da traumatologia e da ortopedia, a ozonioterapia pode ser empregada contra síndromes do aparelho locomotor, como artroses e tendinites, e em doenças da coluna vertebral, como a hérnia discal.

Além dos excelentes resultados e do ótimo custo-benefício deste tipo de terapia, outra grande vantagem está no seu baixíssimo índice de efeitos colaterais, fato que proporciona repetidas aplicações, de acordo com o grau de dor a ser combatido.

O tratamento com ozônio é contraindicado apenas para indivíduos com hipertireoidismo descompensado, anemia e deficiência genética da enzima G6PD, pois é ineficaz nestes casos, e também para gestantes, como forma de preservar a integridade do feto. Com exceção destas situações, é inegável a eficiência e segurança do método!


Como ter acesso ao tratamento com ozonioterapia?

Mesmo com a sua capacidade de baratear tratamentos, proporcionar qualidade de vida aos pacientes e tornar os procedimentos convencionais ainda mais eficientes, a ozonioterapia ainda não é devidamente regulamentada no Brasil!

Para fins médicos, a técnica é tratada como “experimental”, o que dificulta o seu acesso para a população e limita suas possibilidades nos diversos âmbitos do sistema nacional de saúde. Os interessados em usufruir dos benefícios do ozônio medicinal devem procurar um médico devidamente treinado.

A expectativa é que, até o fim de 2018, a situação da ozonioterapia seja finalmente tratada com a seriedade que merece para que ainda mais pacientes possam se beneficiar desta opção inovadora!


Continue por dentro do assunto!

Não é exagero afirmar que o ozônio medicinal deve ser ainda mais explorado em função dos seus resultados contra problemas tão cruéis, como a dor na coluna.